Mercado de eventos:

eventos cancelados coronavírus

Eventos cancelados coronavírus

Milhões de eventos cancelados em todo o mundo. 3 meses de pandemia e ainda não temos uma perspectiva de quando poderemos realizar eventos novamente.

O mercado de eventos gera, só no Brasil, 7 milhões de empregos e movimenta R$ 50 bilhões por ano no país.

Precisamos, juntos, encontrar uma solução para este mercado e aqui temos uma alternativa possível e viável! Mas para que ela se concretize precisamos do seu engajamento.

Mercado de casamentos

Protocolos de segurança para eventos

Precisamos elaborar protocolos de segurança em eventos, precisa haver um grande debate no nosso setor para se discutir alternativas viáveis aos testes rápidos caso estes não estejam disponíveis.

Utilização de máscaras? Talvez essas medidas possam inviabilizar muitos eventos, como por exemplo os casamentos, porque muitas noivas não querem suas fotos marcadas por máscaras sóbrias.

Talvez máscaras transparentes ou com motivos leves  e engraçados sejam uma alternativa viável para que o setor avalie.

Testes rápidos para os convidados e fornecedores

O teste em massa, feito pelo setor privado, é benéfico ao combate público à COVID19.

Quanto mais pessoas testatadas, mais diagnósticos precoces teremos, sem gerar despesa aos cofres públicos, e os casos positivos serão isolados e informados à vigilância sanitária, ajudando no combate ao coronavírus.

Diferença entre testes

RT-PCR

Esse é o teste laboratorial, que verifica a presença do RNA do vírus e que demora alguns dias para ficar pronto. É o teste mais confiável, apesar de ainda apresentar alguns falsos negativos ou falsos positivos.

Teste de farmácia

Esse é o teste feito em farmácia, que através de uma gota de sangue consegue verificar a presença dos anticorpos do organismo que combatem o vírus. Só é indicado pelo ministério da saúde para pessoas que estejam com os sintomas da doença há mais de 7 dias. Isso porque ele tem uma baixa efetividade em detectar o vírus em fase inicial.

Os testes estão evoluindo rapidamente

A cada dia temos novas notícias no Brasil sobre a evolução dos testes. O que nos trás esperanças para que em breve tenhamos um teste com alta eficácia, que detecte a doença logo nos primeiros dias, que seja rápido e possível de ser feito na entrada dos nossos eventos. Veja algumas notícias recentes;

- Startups com testes rápidos em shopping centers, resultados em até 5 dias

 

- Einstein desenvolve teste nacional para COVID19 mais eficaz, mais barato e mais rápido

- Unicamp cria teste para COVID19 mais barato e com reagentes nacionais

Mobilizando o setor: aprovar legislação

Nós podemos esperar.

Nós podemos esperar?

Esperar até que alguém lembre do setor e comece a liberar nossas atividades pode ser a atitude de muitas pessoas, mas não é a nossa. Nós estamos dando um paso a frente e apresentando alternativas para que os 7 milhões de brasileiros que dependem diretamente dos eventos possam voltar à atividade com segurança.

Esperar que o vírus vá embora é inviável. Nós já sabemos que vamos conviver com o Sars-Cov-2 por anos, muitos e muitos anos. Temos hoje no Brasil 340 mil casos confirmados. Quantos anos serão necessários para que metade da população se contamine, ou seja, 100 milhões de pessoas?

Lembrando: pessoas que já se curaram do coronavírus podem se contaminar novamente e ter que enfrentar novamente seus sintomas, pois o vírus é mutante.

Alguns cientistas dizem que para termos uma vacina viável e produzida, distribuída para toda popualção mundial só vai acontecer em 2028. Outros dizem que talvez nunca teremos uma vacina para o novo coronavírus.

E é por isso que estamos sugerindo uma ampla discussão em nosso setor para que todos possam se manifestar e assim criarmos um projeto de lei do mercado de eventos para que possamos voltar a trabalhar garantindo toda a segurança dos nossos amigos, familiares, clientes e fornecedores.

Coloque o seu e-mail no nosso mailing e vamos nos organizar:

Nossa proposta (assista ao vídeo abaixo):

Enviar uma ideia legislativa ao Senado Federal para que tenhamos uma lei específica autorizando a realização de eventos e os seus protocolos se segurança.

Com 20 mil apoios através do portal senado.leg.br/ecidadania conseguimos a atenção dos senadores que deverão discutir o nosso projeto na Comissão de Dieitos Humanos do Senado Federal. Veja explicação no vídeo:

Receba dicas por e-mail, assine!

Escreve pra gente:

2020 por CasamentonaPraia.blog.br Todos os direitos reservados

Daniel Felipe Quaresma dos Santos ME

CNPJ 32.860.139/0001-00

  • casamento na praia